top of page
  • Foto do escritor

O "batismo" do sinal

Como assim o batismo do sinal? Na comunidade surda, cada pessoa recebe um sinal em Libras. É como se substituísse o seu nome, aquele sinal vai representar quem você é. Quado você entra na comunidade surda, ou é apresentada a algum surdo, você precisa soletrar seu nome através do alfabeto manual (um empréstimo do português), e em seguida você diz qual o seu sinal, pois aquela será sua identificação na comunidade surda.


O ideal é que um surdo presentei o ouvinte com um sinal de batismo, muitos acham anti-ético ser batizado por um ouvinte. Mas isso vai de cada um, eu não conhecia nenhum surdo quando criei o meu sinal e é importe que você esteja satisfeita com o sinal que irá te identificar, seja ele dado a você por um surdo ou não. O que acontecia muito era que os surdos que ia palestrar na minha sala aquele tempo queria me batizar com um sinal relacionado a óculos e eu detestava, queria algo que fosse característico da minha personalidade, e nenhum surdo me conhecia o suficiente para saber o que era muito aparente em minha personalidade. Então, decidi começar a perguntar pessoas próximas de mim uma característica e todas sem exceção falaram a mesma coisa. "Geisiele, tu é muito fácil de rir", "tu é besta de mais para rir", "teu sorriso é frouxo". Foi quando eu decidi criar um sinal que se relacionasse com isso. Eu nunca fui crucificada na comunidade surda por isso, e muito menos excluída. E amo meu sinal!


Vou anexar um video que fala sobre o assunto em outra perspectiva.



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page